segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Papais Noeis por aí...



O senhor na imagem tem 98 anos, chama-se Dobri Dobrev, é Búlgaro e perdeu a audição na 2ª guerra mundial. Todos os dias ele caminha 10 Km com a sua roupa feita em casa, desde a sua aldeia até Sofia, onde passa o dia a pedir esmola. 

Apesar de ser muito conhecido em torno das várias igrejas daquela cidade, pela sua presença assídua, idade avançada e postura de profundo reconhecimento pelas esmolas que lha dão, só recentemente se descobriu que ela doa cada centimo que recebe (até à data, cerca de 40.000 €) para orfanatos públicos e para a restauração de monumentos nacionais. 

Ele recebe tem uma pensão de 80,00 € mensais (não sei quanto é na Bulgária, mas decerto que não muito) e vive exclusivamente desse dinheiro. Uma das muitas figuras da História do mundo que não ficará para a história, mas bem merece, no mínimo, o nosso respeito, reconhecimento, e uma profunda reflexão sobre verdadeiro significado da palavra solidariedade - e humanidade (no seu melhor).

Para terminar, só uma observação: acredito que seja feliz, muito mais que quase todos nós. Agradeço-lhe porque existe, agradeço por ter sabido que existe, agradeço porque sei que há mais e são estas pessoas assim, que podem ajudar-nos a sermos um pouco melhores.


quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Reclamar

Reclamar, a 10 mil anos sendo tão útil quanto bater a cabeça na pedra: 
-> te mantém irritado
-> aumenta e sustenta a dor
-> afasta as pessoas de você
-> não resolve o problema

Imagem mensagem 3
















Slogan sincero

"Ritalina: Porque pensar saiu de moda!"

Contra-slogan revolucionário hipster:

"Pensar é tão vintage! Adoro!"

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Não dá para fazer?

Primeiro você faz o que é possível.

Aí você ve o que acontece.

Aí sim você pode dizer que não dá para fazer especificamente daquele jeito que você tentou e descobre, de quebra, o que aprendeu com isso.

Agora dizer simplesmente que "não dá para fazer" não existe.

Ps: Às vezes o universo só espera você fazer o tal do "possível" para ele desencadear o "im". Ai você vai e faz outro "possível". ;) É uma questão de encaixe.

Pesos e medidas

Se há algo que aprendi com 15 anos de musculação é que existe uma diferença enorme entre quem faz questão de dizer que "treina pesado" e quem tem a real necessidade de ter força para sentir a vida, como um todo, um pouco mais leve. 

Gosto de procurar a perspectiva mais integradora. Trabalhar o foco é respeitar a nossa própria energia e trabalhar essa energia é englobar alma a cada gesto, um sentido mais apurado de si e da vida, a cada dia.

Observe a diferença no seu ato quando o seu foco sai de "ganhar dinheiro" para "construir minha casa", ou de "malhar pesado" para "tornar tudo cada vez mais leve". Observe-se. Descubra, em você, a forma de tornar o seu mundo mais íntegro, integrando quem você é com o quê você quer. Alinhe sua meta com seus valores. Sinta a diferença. 

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Imagens-mensagens

Andei criando algumas imagens-mensagens e postando no facebook. Como sei que elas inevitavelmente se perderão se não as colocar em outra mídia digital, vão aí três delas:



Evitando a perda dos pequenos tesouros do cotidiano.

sábado, 12 de outubro de 2013

Pedido às crianças

Nos ensinem. Antes de qualquer coisa nos ensinem. Nos ensinem a inverter a nossa prepotência e as nossas certezas gastas. Reverter cada caco de hábito resignado até o tempo antes do tempo - aquele tempo antes do relógio e do prazo - onde eles eram apenas sementes criativas de imaginação. Essas mesmas sementes que habitam os olhos de vocês, irradiando histórias e sentidos, fantasmas e fantasias, a tudo ao redor. Esses lindos olhos com almas.

Façam o que vocês fazem melhor: exponham, dia a dia, com a alegria e a inocência dos teus atos, as nossas incoerências, as nossas inconsequências, a nossa estupidez. Não deixe que nenhum de nós engane vocês, nós precisamos disso acima de qualquer coisa! Algo que nos tire do pódium, que abale nossas estruturas, que aponte aquela pedra exata no caminho, onde nossas palavras tropeçaram em nossos atos.

Não nos deixem acreditar que temos todas as respostas e, por favor, mesmo, continuem nos perguntando depois que cada uma delas acabar. É aí, naquele silêncio irritado onde vocês nos deixam às vezes, que estaremos crescendo, juntos. Se doer, tudo bem. Você veio à luz pela dor e nunca houve no mundo nada mais belo, carnal e divino que isso.

Antes de qualquer dia que não faz de vocês mais especiais do que ontem ou amanhã, lembrem-se de que a palavra "criança" significa "produzir, erguer" e "criação" não é exatamente o que fazemos com vocês, é o que vocês são capazes de produzir em nós quando sobre nossos ombros erguemos algo que está destinado a se tornar maior, melhor que nós.

E se vocês olharem bem, com carinho e atenção, o mundo que temos deixado para vocês, vão acreditar que é ridiculamente fácil deixar algo melhor do que o que nós deixamos. Porque - cá entre nós - andamos acreditando em muita bobagem que os avós dos avós dos avós de vocês disseram. E eles não disseram por mal! Nunca! Era até verdade para eles, e era, também, a melhor forma como eles conseguiram passar o que eles achavam que era melhor para nós, naquelas épocas. Por isso, tenham paciência conosco. Estamos fazendo o que acreditamos que seja o melhor. É claro que vamos errar, e estamos errando, por isso vocês existem, lembram?

Observem bem e verão que temos deixado muita estupidez ser passada adiante: muito preconceito, muita intolerância e culturas burras, como a da competição, da pressa, da vaidade e da nossa cobiça. Observem e nos lembrem, com sua criatividade e esses seus olhos cheios de alma, que tudo o que foi criado no mundo foi obra de um outro bando de crianças, no passado.

Vejam a prepotência dos adultos! É dia das crianças e um deles vem te escrever e te fazer pedidos! Então faço um último aqui e vou embora: Por favor, eu imploro, continuem pensando que é fácil! Na verdade a coisa toda só deixa de ser, quando vocês param de acreditar.

Feliz dia das "crianças".

Por Renato Kress

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Dentros e foras

Só um completo desorientado precisa doentiamente de um "líder"
Só um completo egocêntrico não vê que todos ficam mais belos sorrindo
Só um completo imaturo acredita que precisa hiperconsumir para ser

Quando uma cultura nos impõe que busquemos líderes externos acima da liderança interna, que incentivemos o conflito acima do diálogo ou o consumo além da existência, alguma coisa muito errada não está certa. ;) 

Para vencer esse gigantesco monstro cultural "fora" de nós, precisamos nos reconectar com as exigências e as necessidades dele dentro de nós e nutri-los na fonte.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Pessimismos e otimismos


Se você acreditar vai fazer acontecer. Seja no pior ou no melhor dos futuros.

Se você acreditar no melhor vai suar e sangrar e se dedicar por ele até que ele chegue.
Se você acreditar no pior, você vai se acomodar e resignar, tão logo ele chegue.

Pessimismo é uma forma de covardia.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Pensando em elementos:


Vida é a matéria prima.
Desesperadamente decepcionante
ou avassaladoramente apaixonante
é a mão do artista nela.

Não culpe a matéria pela falta de paixão do espírito.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Física Existencial


Vida é uma questão de inércia:
Ou você faz, ou você jaz.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Medos ridículos

Já te ocorreu que muitas vezes quem tenta te ridicularizar morre de medo de você ir em frente? 

sexta-feira, 15 de março de 2013

Burrinho de carga


Tem sempre alguém para jogar os dejetos afetivos e psíquicos dele(a) em você.

Dica: Nessa hora seja muito honesto, não roube! Veja tudo o que foi vomitado e não leve pra casa nada que não pertença a você!

quarta-feira, 13 de março de 2013

Covardia

Ser vítima de preconceito, qualquer que seja, é ser vítima de uma das maiores covardias, a covardia de pensar.

terça-feira, 12 de março de 2013

Expectativas e lógica

Sempre que se vir esperando demais de alguém lembre de uma frase tão espiritual quanto lógica:

Só se pode dar aquilo que se tem.

Em tempo: Vale para caráter, hombridade, seriedade, sentimentos... 

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Imposturas impostoras

Impor verdades. 

Tentativa de controle do malandro sobre o incauto desde que o mundo é mundo.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Será?

Enquanto houver dúvida haverá liberdade.

Nada castra mais do que a "certeza" intolerante.